Conjuntivite e Doença Corneal em Gatos

"O Gato Estrábico"

Gatos não têm tantos problemas oculares quanto cães, mas quando uma doença ocular ocorre no gato, ela geralmente é crônica durando de meses a anos e algumas vezes um problema para toda vida.

O que é a conjuntivite:

Conjuntivite é a inflamação da membrana rosa do olho, que cobre a parte branca esclera e a pálpebra interna. A conjuntiva pode ficar muito avermelhada e inchada em alguns gatos e freqüentemente é só em um olho e não em ambos. Isto pode causar estrabismo intermitente ou constante. Pode ocorrer de vez em quando durante meses ou anos.
A conjuntivite pode ocorrer sem outros problemas oculares, ou o olho pode ter uma úlcera ou erosão corneal (ferida aberta, dolorosa, na córnea), queratite (inflamação da córnea), e/ou uveíte (inflamação intraocular). O envolvimento corneal e a uveíte freqüentemente é causado por Herpesvírus Felino-1.

Sinais de conjuntivite:

Sinais incluem estrabismo (que é grave se a córnea tem uma úlcera ou erosão) e excreção mucóide ou aquosa (que pode ser clara, cinza, amarela, verde ou um vermelho-enferrujado que parece sangue, mas NÃO É). Gatos que tem esta cor de lágrima estranhamente escura freqüentemente são persas ou himalaios. A conjuntiva é avermelhada e algumas vezes inchada ou grossa. A córnea pode ser clara, ou pode ser nebulosa se há presença de uma úlcera, erosão ou tecido cicatrizado. A íris (a parte colorido de dentro do olho que forma a pupila) também pode ser de uma cor diferente (geralmente mais “suja”, menos brilhante que a cor normal), se há presença de uveíte. Todos estes sinais podem estar presentes, ou alguns deles e pode ser em um olho ou ambos. Algumas vezes o gato mostra sinal de infecção do trato respiratório superior e está espirrando.

Causas da conjuntivite:

A maioria das causas é infecciosa. Enquanto muitos tipos diferentes de organismos infecciosos podem causar conjuntivite, existem apenas três que são culpados comuns: Herpesvirus Felino-1 (FHV-1), Clamídia Felina e Micoplasma Felino. É importante saber que um caso de conjuntivite pode ter um, dois ou todos os três organismos juntos causando o problema e que o Herpesvirus Felino não pode ser transmitido para humanos – apenas para gatos. É um vírus muito específico para a espécie.

Diagnosticando a causa da conjuntivite e/ou ceratite:

Freqüentemente o histórico médico e os sinais clínicos presentes são o suficiente para ajudar no diagnóstico, mas algumas vezes testes especiais são necessários. Estes testes incluem (mas não estão limitados) coleta de células conjuntivais e/ou corneais para cultura, ou citologia (olhar as células em um microscópio) ou testes de DNA especiais para infecção por FHV-1.

Tratamento de conjuntivite e ceratite:

Infecções por micoplasma geralmente respondem bem a antibióticos e infecções por clamidia freqüentemente também respondem, mas podem recorrer. No entanto, infecções por FHV-1 não respondem bem a terapias antibióticas tópicas e são muito frustrantes de tratar.
Algumas vezes, medicações antivirais tópicas também são usadas. Porque conjuntivite e queratite de FHV-1 são doenças complicadas? Nós discutiremos o vírus com mais detalhes:
FHV-1 é um vírus muito comum em gatos e a maioria dos gatos no planeta tem e estão expostos a ele mesmo quando filhotes. O vírus pode então ficar dormente no corpo do gato pelo resto de sua vida, ou se ativar e causar problemas em qualquer época. Um fator chave na gravidade da doença e em sua recorrência é o ESTRESSE. Qualquer coisa que estressa o gato pode suprimir o sistema imunológico e permitir que o vírus ataque e cause problemas. Isto é semelhante a resfriados em humanos, que podem piorar quando a pessoa está estressada. Gatos são iguais! Também é importante saber que conjuntivite e/ou queratite de FHV-1 não pode ser curada, apenas controlada. Entre os ataques, os olhos felinos podem ser bem normais. Os ataques podem ocorrer freqüentemente ou podem estar espaçados por anos. Alguns gatos nunca são atacados.

Existem muitos possíveis tratamentos diferentes para conjuntivite causada por FHV-1, dependendo dos sinais clínicos presentes e há ainda mais drogas para tratamentos diferentes se a córnea está envolvida, e, nestes casos a visão pode estar comprometida se o vírus não for controlado. Felizmente é raro que um gato com infecção FHV-1 ocular fique totalmente cego por causa do vírus. Esta doença causa dor a longo-prazo e desconforto sem o tratamento apropriado.

O que fazer se você suspeita de conjuntivite e/ou queratite em seu gato:

Antes de tudo, leve-o ao veterinário de sua família. Ele pode recomendar um oftalmologista veterinário (que freqüentemente é o caso se há suspeita de FHV-1) se os olhos de seu gato não estão melhorando com a medicação ou mesmo estão piorando.

Fonte: http://www.clinicalieberknecht.com.br/conjnti.htm